Serendipity

The laws of chance, strange as it seems,
Take us exactly where we most likely need to be
[David Byrne]

terça-feira, 10 de julho de 2007

Vida de mãe - episódio 45

O meu filho faz hoje cinco anos. É saudável e parece-me feliz.

Apetece-me agradecer ao meu ex-marido, por ser um pai fantástico, presente e atencioso e à minha família pelas constantes demonstrações de afecto com que o têm mimado desde o seu primeiro instante de vida.

Sinto-me verdadeiramente abençoada (por mais estranho que possa parecer, foi esta a palavra que me surgiu no espírito).

4 Comments:

Blogger SV said...

Houvessem mais mulheres como a Meg, com a lealdade de felicitar o ex-marido, e as nossas crianças seriam, com certeza, mais felizes, por ventura, tão felizes quanto o seu filho.

Parabéns (aos três - filho, mãe e pai)

1:40 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

porque nem todas as mulheres têm um ex-marido a quem possam felicitar, porque há pais ausentes e que pensam que o divórcio os torna presentes. A minha criança vai fazer 5 anos. E é muito feliz. mesmo com pai ausente ou de fim de semana.

5:06 da tarde  
Blogger Meg said...

Mal de nós se o facto do pai estar presente fosse uma condição absolutamente necessária para a felicidade das crianças.

6:52 da tarde  
Anonymous ana said...

parabéns a vocês todos

10:34 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home