Serendipity

The laws of chance, strange as it seems,
Take us exactly where we most likely need to be
[David Byrne]

sábado, 19 de maio de 2007

O congresso - parte 3

De regresso a Lisboa, na tentativa de encontrar o telemóvel perdido na mala, constatei que me tinha esquecido de devolver à recepção do hotel, o cartão que funciona como chave do quarto.

Achei graça ao lapso e voltei a olhar para aquele bocado de plástico.

Nele, estava escrita uma frase que primeiro me pareceu uma qualquer lenga-lenga publicitária mas que afinal se tratava da seguinte citação de Flora Whittemore: "The doors we open and close each day decide the lives we live."

3 Comments:

Blogger Inês Mega said...

Meg, Sam, Karma e Huma, vejam o meu post de dia 19/05/07

beijinhos.

7:59 da tarde  
Blogger NaLua said...

Meg,

eu acrescento:

"Não precisarás de chaves se não fechares portas (sobretudo se não fechares portas à chave)"

Respeitoso beijo

10:51 da tarde  
Blogger Meg said...

Gostei e agradeço o acrescento mas já agora esclareço que as minhas dificuldades se situam exactamente no polo oposto: eu não costumo fechar portas e tenho de aprender a fazê-lo. E para isso preciso de chaves.
É que muitas portas abertas ao mesmo tempo pode ser muito interessante mas gera muita confusão.

10:07 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home