Serendipity

The laws of chance, strange as it seems,
Take us exactly where we most likely need to be
[David Byrne]

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Songs of love and hate

Yes, and thanks, for the trouble you took from her eyes
I thought it was there for good so I never tried
[de «Famous Blue Raincoat», Leonard Cohen]

Um homem agradece ao seu grande amigo o peso que este tirou do olhar da mulher que passou pela vida de ambos? Nunca. Mas, para efeitos académicos, coloquemos outras questões. Será que aquele que lhe desanuviou a aparência alguma vez reparou nisso, na angústia que antes existiria? E quanto ao personagem fatalista, será que a opressão não estava mais nos olhos dele do que no olhar dela?

Houve um “ele” que uma vez, para me explicar que eu podia ir descansada à minha vida, me disse “eu sou muita bom mas não sou preciso para nada”. Na realidade, passava-se o inverso. Ele era muito mau mas eu precisava dele para tratar de algumas coisas. Afortunadamente, cumpriu a sua finalidade. Não haverá, no entanto, o que lhe agradecer. E, ainda assim, presto-lhe grandes honrarias ao misturá-lo com uma das melhores músicas de Leonard Cohen.

1 Comments:

Anonymous Maria das Flores said...

Gostava de ter escrito isto.

4:13 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home