Serendipity

The laws of chance, strange as it seems,
Take us exactly where we most likely need to be
[David Byrne]

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

A franqueza deste senhor é um bálsamo

O facto de não ter convivido com a sua mãe, que morreu durante o seu parto, fez de si um bem-disposto à força?

Sim, mas por outro lado tive durante muito tempo complexos de culpa. Um dia fui fazer psicanálise e lá consegui libertar-me desses complexos. Foi muito importante para mim. Também tinha vindo da guerra, estava muito perturbado, e foi o Armando Cortez que, na altura, me deu o contacto. Acho que toda a gente devia fazer psicanálise, mas com bons médicos, pois é perigoso fazer com quem não tem habilitações para tal.

Quando é que achou que já não precisava de lá ir?

Foi o próprio médico que me disse "Você está bom". Eles destapam toda a nova vida e isso não é confortável, mas o médico avisou-me:"Você vai deixar de gostar de mim porque eu sei a sua vida toda."

Excerto de uma entrevista publicada no Notícias Magazinde de 19.09.2007

1 Comments:

Blogger Duarte Duval said...

Psicanálise: o bordel dos tempos modernos.

2:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home