Serendipity

The laws of chance, strange as it seems,
Take us exactly where we most likely need to be
[David Byrne]

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Onde é que se conhecem homens? (2)

Não sei se algum parente da mulher lindíssima anda preocupado com ela, o que é certo é que as minhas irmãs andam inquietas comigo.

Acham que eu não tenho uma vida social muito activa e, por isso, querem impingir-me - já me mostraram o site e tudo - uma daquelas empresas que organiza encontros. Fiquei roxa.

Não é que tenha algum preconceito em relação a este tipo de iniciativas, aliás até sugeri à Sam que falasse com a amiga dela sobre esta possibilidade, mas não consigo (ainda?!) imaginar-me a entrar num lugar qualquer com a única e explícita função de falar com vários desconhecidos em micro-encontros de quatro minutos, que é o tempo, segundo os especialistas, necessário e suficiente para "conhecer a outra pessoa cara-a-cara e aperceber-se quase de imediato se existe ou não alguma afinidade, sem ter que se sujeitar a encontros intermináveis.".

3 Comments:

Anonymous Bix said...

Eu, como já disse, nunca iria sozinha, mas com uma amiga era bem capaz! Podias encarar isto como um estudo sociológico para uma das tuas cadeiras da faculdade! ;)

A verdade é que é mesmo difícil conhecer gente nova. Estamos "trapped" nas nossas rotinas. Eu acho fantásticas iniciativas destas, desde que seja tudo feito com nível, é claro!

Vence o preconceito! Vai! Uma coisa é certa: pelos menos vais ficar com "post material"! LOL

Bjs

7:57 da tarde  
Blogger Minas said...

VAI VAI VAI!
Tu até tens vida social, n se pode dizer é que seja daquela propícia a conhecer pessoas novas, fora do círculo!

8:35 da tarde  
Blogger ana said...

Não vás Meg. Convida alguém, que te apeteça-mesmo que penses se calhar é uma seca - para sair contigo. Os encontros só são intermináveis se nós quisermos. Podes sempre dizer: "ai que se calhar deixei o ferro ligado, tenho de ir..." e fugires a sete pés; ou, sejamos optismistas: "por acaso a criança está no fim-de-semana do pai, tenho todo o tempo livre." Faz as coisas por ti

10:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home