Serendipity

The laws of chance, strange as it seems,
Take us exactly where we most likely need to be
[David Byrne]

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

A rotunda

Os americanos, sempre na vanguarda, descobriram uma nova forma de melhorar o processamento do trânsito. Tal inovação é designada por “roundabout” que, seguindo uma tradução algo criativa, corresponderá à palavra portuguesa “rotunda” ou então às palavras portuguesas “intersecção giratória de ordenamento do tráfego"* (nota – esta rotunda dos moinhos de vento foi remodelada, agora tem uns elementos metálicos a lembrar bandeiras). E estão bastante entusiasmados, os americanos:


TIME de 15 de Setembro de 2008, clicar para ler

No entanto, é ao fazer um apanhado no âmbito do tema “a rotunda em números” que este artigo da TIME suscita grandes reservas. Não a mim, que tendo a acreditar em tudo o que esteja escrito em inglês. Mas a outra pessoa mais desconfiada. Isto porque afirma-se ali, preto no branco, que França tem quase um terço do total mundial de rotundas (30.000). Ora, o espírito arguto de pessoas mais perspicazes do que eu não pôde deixar de contrapor, onde é que fica o registo mundial das rotundas? Quem é que gere essa informação? Nem a Câmara de Cascais sabe quantas rotundas existem em Cascais!

A exaltação justifica-se. Também eu fiquei um pouco desiludida. Então, um artigo inteiro sobre a magnificência das rotundas e nem uma palavrinha sobre Portugal?

1 Comments:

Anonymous Bix said...

Eu tb não acredito que tenham tido em conta Portugal nesse estudo! É impossível!

7:26 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home