Serendipity

The laws of chance, strange as it seems,
Take us exactly where we most likely need to be
[David Byrne]

terça-feira, 17 de outubro de 2006

Desentranhar-te

É impedir-me de inventar pretextos para te recordar, é sofrer em silêncio a falta do teu sorriso e dos nossos pequenos hábitos. É não ouvir certas músicas e disciplinar os sonhos. Em todo o caso, não é a mesma coisa que esquecer-te. Por isso é que é tão difícil.

2 Comments:

Blogger ana said...

é isso Meg, não nos esquecemos mas temos que criar margens que, nalguns casos, podem não significar distância

9:39 da tarde  
Blogger DRV said...

tá de chuva

1:59 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home