Serendipity

The laws of chance, strange as it seems,
Take us exactly where we most likely need to be
[David Byrne]

segunda-feira, 25 de setembro de 2006

Há pessoas assim (cont.)

A empatia nasce da autoconsciência; quanto mais abertos formos às nossas próprias emoções, mais capazes seremos de ler os sentimentos dos outros. Os alexitímicos como Gary, que não fazem a mínima ideia do que eles próprios sentem, ficam completamente em branco quando se trata de perceber o que sentem aqueles que os rodeiam. São emocionalmente surdos. As notas e acordes emocionais que permeiam as palavras e as acções das pessoas – o tom de voz que tanto diz ou a mudança de postura, o silêncio eloquente ou a tremura reveladora, - passam-lhes completamente despercebidos.

Confusos a respeito dos seus próprios sentimentos, os alexitímicos ficam igualmente desnorteados quando as outras pessoas lhes falam dos seus. Esta incapacidade de registar os sentimentos alheios constitui um fortíssimo défice de inteligência emocional, e uma trágica falha naquilo que significa ser humano. Em qualquer relação, as razões da solicitude nascem da sintonia emocional, da capacidade de sentir empatia.

Excerto do livro A inteligência emocional de Daniel Goleman.

2 Comments:

Blogger esculpices said...

Claro que aproveitei a edição da Sábado. Não é todos os dias que nos dão tal oportunidade.
A outra obra do Coleman que conheço publicada em Portugal é do Círculo de Leitores (e não é verdadeiramente dele).

1:49 da tarde  
Blogger curse of millhaven said...

tb ando a ler esse livro :) estou a adorar completamente! é fascinante, e aprendi já algumas coisas.

6:57 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home